top of page
  • Youtz Campinas

A conscientização das Campanhas de Saúde pode começar desde cedo em casa


Hoje tem início o Setembro Amarelo, campanha brasileira que visa conscientizar a população sobre a prevenção ao suicídio e que iniciou em 2013. Dentre as campanhas de conscientização da saúde, no próximo mês teremos a primeira e mais conhecida: Outubro Rosa. Novembro? Tem sim, Novembro Azul. Enquanto a primeira é para a prevenção ao Câncer de Mama, esta última é voltada ao Câncer de Próstata. Se levarmos em consideração que o Outubro Rosa foi lançada em 1990 nos EUA e demorou anos para entrar no consciente coletivo da população de muitos países, as demais campanhas também estão neste processo e ainda serão tão conhecidas quanto ela. Até que se chegue ao ponto de que a prevenção seja mais abrangente e com um número maior de adeptos, diminuindo assim a necessidade de medicação e, principalmente, vítimas fatais. Sobre o Setembro Amarelo, o suicídio é uma triste realidade. De acordo com pesquisa realizada pela Organização Mundial da Saúde (OMS), no Brasil, são 14 mil casos por ano, ou seja, em média 38 pessoas cometem suicídio por dia. Entre os jovens de 15 a 29 anos, o suicídio foi a quarta causa e morte. Segundo dados da Secretaria de Vigilância em Saúde divulgado pelo Ministério da Saúde em setembro de 2022, entre 2016 e 2021 houve um aumento de 49,3% nas taxas de mortalidade de adolescentes de 15 a 19 anos.

Por isso, é de extrema importância que as famílias insiram no dia-a-dia doméstico dos filhos a aplicação da prevenção. O exemplo é a melhor forma de ensino. E no caso das campanhas de conscientização de saúde, servem para que pais e mães deem sua contribuição real para a importância do autocuidado, inspirem seus filhos a crescerem com a real importância das campanhas e, claro, cuidem-se para quem sabe passar mais dias saudáveis na companhia de sua família. Visite o website e saiba mais: https://www.setembroamarelo.com/

1 visualização0 comentário

留言


bottom of page